Publicado por: A Ovelha Perdida | 27 de Janeiro de 2011

Espanha: denúncia sobre roubo de 261 bebés

Foram vítimas do roubo de bebés em maternidades e querem encontrar as suas mães, filhos ou irmãos: a Associação nacional de Afectados por Adopções Irregulares (Anadir) apresentou ontem uma queixa do Procurador-geral de Espanha, denunciando o desvio de 261 recém nascidos entre a década de 1950 e os anos 90.

Na queixa, a associação garante que há indícios de tráfico de crianças, falsificação de documento público, simulação de parto, sequestro e detenção ilegal, crimes que, segundo o El País, não prescrevem.

A Anadir apresenta várias provas entre as quais certidões de nascimento e óbito falsificadas e vários testemunhos reveladores do que se passava: uma enfermeira que trabalhou numa clínica de Madrid e garante que ali era habitual a venda de bebés; um funerário de Málaga que enchia os caixões pequenos de modo a parecerem ter lá depositado um corpo; uma mulher que foi instruída a fingir uma gravidez antes de lhe ser entregue um bebé; outra mulher que admite ter comprado uma menina num parque de Melilla, em 1979.

“Há muitos mais, que vão aderindo à denúncia. A maioria [84 casos] ocorreu em Madrid, mas também há muitos na Andaluzia e Catalunha. Ocorreram em todas as comunidades autónomas. Com o mesmo sistema: engano da mãe, dizendo que o seu bebé estava morto, procura de compradores, pagamento e inscrição como filho próprio”, explicou o advogado Enrique Villa.

Fonte: DN.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: